quinta-feira, 17 de janeiro de 2013

Haicai e Dança - Haicai

Primeiro, vamos saber o que é um haicai!

Haikai (俳句 Haiku ou Haicai?) é uma forma poética de origem japonesa, que valoriza a concisão e a objetividade. Os poemas têm três linhas, contendo na primeira e na última cinco caracteres japoneses (totalizando sempre cinco sílabas), e sete caracteres na segunda linha (sete sílabas).
Em português é escrito Haicai, no Brasil, e Haiku, em Portugal.
Em japonês, haiku são tradicionalmente impressos em uma única linha vertical, enquanto haiku em Língua Portuguesa geralmente aparecem em três linhas, em paralelo. Muitas vezes, há uma pintura a acompanhar o haicai (ela é chamada de haiga). "Haijin" é o nome que se dá aos escritores desse tipo de poema, e principal haijin (ou haicaísta), dentre os muitos que destacaram-se nessa arte, foi Matsuô Bashô (1644-1694), que se dedicou a fazer do haikai uma prática espiritual.

Fonte: http://pt.wikipedia.org/wiki/Haikai

Dança - haicai


Fonte:
http://moinhodedanca.blogspot.com.br/2010/09/danca-haicai-por-luciana-bortoletto.html


Fiz o curso : Dança-Haicai com  Luciana Bortoletto( http://www.jornalesporteesaude.com.br/site/index.php?page=lernoticia&v=2558)

http://www.lucianabortoletto.com/haikais.html

Confesso...
Gostei muito!
Foi uma experiência única!

Tivemos noções de:
  • Percepção/ Consciência Corporal;
  • Dança Contemporânea;
  • Improvisação/ Composição;
  • Haicai : introdução, forma, conteúdo, regras e criação de haicais escritos.

Objetivos da oficina
  • Estimular a leitura e a criação de poesias haicais, partindo da observação da natureza e do cotidiano;
  • Fomentar a dança prazerosa e pessoal, apoiadas na observação, percepção e prática do movimento;
  • Sensibilizar o corpo e o olhar;
  • Promover o auto–conhecimento através da observação durante a dança e a escrita de poesias;
  • Desenvolver o potencial criativo;
  • Explorar possibilidades de movimento em busca de um vocabulário corporal próprio, ou seja, respeitando as características corporais e emocionais de cada um;
  • Perceber/dialogar/interagir com o meio ambiente, usando como fio condutor os 10 mandamentos do haicai e os elementos vistos e explorados na oficina;
  • Buscar a autonomia do criador-intérprete.

Segundo Luciana, a idéia de unir dança e haicai surgiu há um ano, como parte de uma pesquisa de linguagem que vem sendo desenvolvida há cinco anos: a fusão entre Fotografia e Dança Contemporânea, em parceria com o fotógrafo e performer Gil Grossi. Tema de uma oficina de criação com a coreógrafa Sônia Mota, esta serviu-lhe como ponto de partida para um estudo mais aprofundado sobre o que é haicai e quais os limites de sua ligação com a Fotografia e com a Dança. Assim como a Dança, o haicai possui forma definida, imediatismo, localização espacial, foco, ação, texto poético, harmonia, liberdade, presença, oposições e exprime um momento que deixa um "rastro" de sensações. Esses aspectos, de fato, também aproximam o haicai da linguagem fotográfica, formando um triângulo de semelhanças entre essas três expressões artísticas. Em todas elas, somos observadores dos pequenos momentos do cotidiano, ficamos disponíveis para perceber instantes que possam ser captados pelo olhar e pelo corpo, para serem traduzidos e comunicados de alguma forma, sem deixar "escapar" a poesia. Isso é Haicai. Em 2004, o projeto "Dança-Haicai" foi desenvolvido com a turma iniciante de dança contemporânea coordenada por Luciana no Estúdio Nova Dança. O processo criativo foi apresentado na Mostra de Finalização, em duo e solos.

Este é o meu caderno sobre e com Haicai...




http://lucianabortoletto.wordpress.com/


 
 
 
 



 

HAICAIS

Primavera
prima-flor desabrocha
obra-prima

—————-

Ipê amarelo
Sol contido na cor
Pequena flor

—————-

Tanto vai-e-vem
e o vento traz veloz
flores para mim

—————-

árvore não dança
enquanto o vento bate
ela balança

—————-

Luciana Bortoletto/ setembro de 2012

Fonte: http://noticias.limao.com.br/entretenimento/ent197161.shtm

Durante o curso cada participante também criou os seus, e eu também entrei nessa!

Fomos a Praia do Forte, em Imbetiba (Macaé/RJ), 17/07/2008 e iniciamos as criações, nesta época, infelizmente, eu não tinha blogs e nem tirava fotos...
Que pena!


Praia do forte
ansiedade pra entrar
soldado barrou
 
Gi Germano
 
Brisa saudável
borbulhar das ondas
siri na areia
 
Gi Germano
 
 
Ondas que chegam
pensamentos que partem
siri levado
 
Gi Germano
 
Corpos deitados
espalhados nas pedras
haicais nascendo
 
Gi Germano
 
Fiz outros...
 
 
 



 
 

Nenhum comentário:

Postar um comentário

A magia de contar histórias...

A magia de contar histórias...
o encanto de ouvir as histórias!